Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Para Sempre TóTó

TóTó é o nome carinhoso que ele me dá. Ar calmo e sereno versus um turbilhão interior. Serei eu assim, Para Sempre.

Para Sempre TóTó

TóTó é o nome carinhoso que ele me dá. Ar calmo e sereno versus um turbilhão interior. Serei eu assim, Para Sempre.

Um negócio a partir de um rendimento extra. Que possibilidades?

Acho que tenho uma veia de negócio desde pequena. Na primária copiava desenhos como os da Minnie, pintava e vendia às colegas de escola. Assim que chegava a casa, depois de ir às compras com a minha mãe, começava a tirar as roupas das gavetas e do armário e fingia que era dona de uma loja. Quando saí da faculdade, e até ter emprego, decidi aprender tricot e crochet para me entreter e ainda vendi umas coisas. Nessa altura foi o que me safou como prendas de natal. Na altura de desempregada fazia bolachas e bolos e vendia, cheguei a arriscar a ir a uma feira mas percebi que não me safava. Também vendia Avon e Yves Rocher. Era preciso muito mais mas nunca insisti, acabei por encontrar trabalho e pôr de lado esta minha faceta.

 

Agora tenho um trabalho mais bem remunerado do que os anteriores mas mesmo assim não é suficiente. Tenho as minhas despesas mensais fixas e o mestrado também me sai do bolso. Tenho o J. que me tem ajudado mas continuo a sentir aquela necessidade de algo mais. Olho para casa e vejo que faltam mais umas quantas coisas, supérfluas é certo, mas no fundo fazem falta. Olho para o meu armário e gavetas e vejo roupas sem graça, já com uns bons anos e que mereciam uma substituição. Mas não dá.

 

Quantas vezes já devia ter ido ao dentista ou ao psicólogo ou ao ginecologista? Quantos livros já quis comprar, um computador novo, um tablet? Quantas vezes já quis ir de férias, visitar novos lugares? Quantas vezes quis uma casa só para nós, sem vizinhos em cima e em baixo, um jardim e uma horta? Quantas vezes olhei para os meus pais e quis que eles tivessem uma vida diferente, uma casa melhor? Quantas vezes quis dar melhor presentes aos meus?

 

É muito consumismo é certo. A minha felicidade não depende disso mas são matérias que de certa forma, julgo, que me fariam sentir um bocadinho melhor.

 

Tenho pensado muito no futuro, é claro que não prevemos o futuro, nem sequer sei se haverá futuro, mas a verdade é que eu gostava de ter filhos e eu não gostava de ser daquelas mães que têm que correr para ir pôr e buscar os filhos à escola, e que ainda tem que os deixar nos pais, sogros ou alguém ou tirar dias de férias se estiverem doentes. A verdade é que à conta do trabalho perde-se muito bom tempo com os filhos, o stress que se traz para casa e que muitas vezes destrói bons momentos. A licença de maternidade devia ser mais longa, 4 meses de bébé é tão pouco, passa tão depressa. Mas enfim, é o que há.

 

Trabalhar por conta própria é mais duro, tem muito mais responsabilidade, se houver colaboradores então ainda mais dificil e mais responsável se torna mas julgo que há outra independência. No entanto, o que quero falar é de negócios online. Pensei em rendimento extra em part-time, mas isso implicava não estar em casa aos fins de semana ou chegar muito tarde durante a semana. Ganhava num lado, perdia no outro. Agora com o mestrado nem podia pensar sequer nessa hipótese. Então porque não trabalhar a partir de casa? Fiz pesquisa, realmente é possivel montar um negócio online, é preciso criatividade para ser um elemento diferenciador no meio e claro, persistência, resilência, muita vontade e fé, foco.

 

Estou muito inclinada em estudar este assunto. Não faço ideia o que poderia ser uma mais valia, para o público e para mim, já pus algumas hipóteses mas ainda não se fez luz.

 

Há coisa de um ano atrás vi a série #GirlBoss, não sabia do que se tratava mas o nome atraiu-me e vi os episódios em 2 ou 3 dias seguidos. Interessou-me bastante, uma história verídica de uma mulher que lutou e construíu um império.

 

Serei eu também uma GirlBoss, ainda tímida e escondida algures no mundo?

 

 

girlboss.jpg

 

 

 

Blogs Portugal

Wook

ganhe-ate-10-euros-billboard

Mais sobre mim

imagem de perfil

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D