Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Para Sempre TóTó

TóTó é o nome carinhoso que ele me dá. Ar calmo e sereno versus um turbilhão interior. Serei eu assim, Para Sempre.

Para Sempre TóTó

TóTó é o nome carinhoso que ele me dá. Ar calmo e sereno versus um turbilhão interior. Serei eu assim, Para Sempre.

Um bom programa para o fim de semana.

02.11.18, a tótó

Desde que o Halloween foi aparecendo cá no nosso país fui criando o hábito de transformar uma abóbora em algo assustador (ou não). A minha mãe achava piada e lá enfeitávamos uma abóbora no dia 31 de outubro. Quando eu e o J. arranjámos a nossa casinha decidi que tinha que fazer mais qualquer coisa e assim foi.

 

Na passada noite das bruxas preparei a casa: aranhas, velas, abóbora de plástico com doces e tinha uma surpresa sexy para o J. Tal como teve no ano passado. (Mas valeu e valeu-me também uma constipação )

 

Bom, mas enquanto ele não vinha, na passada noite das bruxas, decidi ir espreitar a série Sabrina - Meia bruxa meia mortal.

 

Não gosto da temática terror e isso ficou mais que esclarecido quando vi o Chucky e passei a noite toda com medo e a espreitar para debaixo da cama. Era pequena mas se fosse hoje faria o mesmo! Mas tinha visto o trailer no instagram da Netflix e tive curiosidade, não me pareceu assim tão aterrador e já que era noite de bruxas 'bora lá ver. 

 

Pois, meia hora depois lá estava eu... a dormir. Surpresa sexy nada. Nada de velas acesas. Nem doces. Nem Sabrina. 

 

Ontem à noite vi então os dois primeiros episódios. Há sempre aquele toque místico e algumas cenas mais aterradoras, mas para mim, que sou uma pessoa sensível. 

 

 

Já viram? Estão a ver? O que estão a achar?

 

 

 

sabrina.jpg