Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Para Sempre TóTó

TóTó é o nome carinhoso que ele me dá. Ar calmo e sereno versus um turbilhão interior. Serei eu assim, Para Sempre.

Para Sempre TóTó

TóTó é o nome carinhoso que ele me dá. Ar calmo e sereno versus um turbilhão interior. Serei eu assim, Para Sempre.

Feliz...continuação da nossa vida!

31.12.19, a tótó
Tudo preparado para arrancar num novo ano e que também é uma nova década e ano bissexto? Eu estou. Enrolada na manta, a aproveitar 3 meses de HBO grátis, com o j. agarrado a mim a dormir uma sesta que o homem coitado entrou às 7.30h e saiu as 17h do trabalho. Há um ano atrás queria um ano cheio de objetivos e concretizações e estava com uma esperança imensa que fosse o "ano" mas não aconteceu. Não foi um ano péssimo,  não tenho nada com que me queixar. Nada que não faça (...)

Porque é simplesmente Querer.

27.11.18, a tótó
Ontem senti  uma lufada de ar fresco numa das conversas a dois mais bonitas que já senti até agora. Envolveu tudo aquilo que poderá vir a acontecer num futuro a curto prazo e na mudança que terei que ter no meu foro psicológico, que já sabem, tem andado muito debilitado. Aliás, julgo que intoxicado será mais a palavra indicada, pois acabei por perceber que sou feliz e finjo não ser de uma forma completamente inútil.    Mas é claro, não se deixa de se estar psicologicamente (...)

Um caso perdido teria sucesso?

10.11.18, a tótó
Olho para baixo, subo o murete, olho em frente, respiro fundo pela última vez e inclino-me. Sei que não há nenhum colchão lá em baixo, não há ninguém a aparar-me a queda. Só o chão rijo com pedras brancas, prontas a receber uma nódoa vermelha a percorrer os intervalos entre elas. Os gritos, as sirenes, um choro que perdura durante anos, uma angústia que aperta todos os dias no peito. O porquê, a culpa.   Viro costas à varanda.   Sou realmente um caso perdido mas tornar (...)