Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Para Sempre TóTó

TóTó é o nome carinhoso que ele me dá. Ar calmo e sereno versus um turbilhão interior. Serei eu assim, Para Sempre.

Para Sempre TóTó

TóTó é o nome carinhoso que ele me dá. Ar calmo e sereno versus um turbilhão interior. Serei eu assim, Para Sempre.

Sobre a pequena mudança na minha vida...

18.09.17, a tótó

Já vos dei a conhecer que decidi continuar os estudos e estou lançada num mestrado. Graças a uma pós graduação feita há dois anos atrás, consegui ter equivalências a algumas disciplinas e portanto ,este semestre, vou ter 3 disciplinas em vez de 6 e no próximo semestre a mesma situação, o que é optimo em termos de organização e de sanidade mental.

 

 

O horário é pós-laboral, logo, após um dia de trabalho ainda tenho que me meter numa sala de aula. A primeira semana pôs-me logo à prova, o trabalho deu cabo de mim e, habituadinha a depois do trabalho fazer as coisas banais do dia e enfiar-me no sofá,  o corpo não estava à espera de uma "estafa" tão grande e passei mal uma noite, cheia de dores, como nunca tive, e na 5ª feira estava na aula e não conseguia pôr o cérebro a funcionar, limitava-me a copiar o que estava no quadro. Mas vou ter esperença que foi só a primeira semana, não estava habituada a estas rotinas e portanto, daqui para a frente vai ser sempre a melhorar.

 

Os trabalhos já começaram e logo no primeiro dia tive empatia com uma rapariga de S. Tomé e Principe e que estudou em Taiwan e por um rapaz que veio da Venezuela para morar em Portugal. Vai ser um grupo internacional e para mim é ótimo porque gosto muito de conhecer pessoas que vêm de outras culturas, temos sempre muita coisa para aprender com eles, ajudam-nos a ver as coisas de outra perspectiva.

 

Em termos de organização, ainda estou a encaixar, gosto tanto de dormir e agora tenho que acordar sempre mais cedo e deitar mais cedo também convém. (Hoje portei-me mal). Já sei que planos para mim não podem existir, normalmente há sempre coisas que se metem pelo caminho e nunca consigo levar um plano avante e passo a andar feita maluca. É sempre assim. Vou ter que melhorar a organização dos fins de semana e evitar grandes distrações como as do serão de ontem como meu J., andámos a recordar músicas da nossa juventude, foi tão bom e à conta disso, e porque sei que há muitas pessoas que têm uma vida muito mais louca que a minha, aqui vai uma música para recordação.

 

 

 

 

Boa disposição, um dos sentimentos que temos que ter todos os dias para enfrentar esta vida maluca!