Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Para Sempre TóTó

TóTó é o nome carinhoso que ele me dá. Ar calmo e sereno versus um turbilhão interior. Serei eu assim, Para Sempre.

Para Sempre TóTó

TóTó é o nome carinhoso que ele me dá. Ar calmo e sereno versus um turbilhão interior. Serei eu assim, Para Sempre.

O inicio de um divórcio...

11.06.18, a tótó

Li no Linkedin que o trabalho é como uma relação amorosa: primeiro tem que haver uma atracção mútua, depois a relação vai crescendo, com um investimento contínuo de ambas as partes. Caso contrário, a relação começa a perder a chama, acabando por se extinguir totalmente e aí acontece o divórcio. Custa, há sempre uma incerteza quanto ao futuro, um vazio que fica mas há um lado positivo: abre-nos a porta para um novo amor.

 

O meu trabalho não começou como um amor à primeira vista, não foi precipitado, foi antes um casamento combinado que aceitei pir necessidade. Aos poucos fui-me adaptando, fui gostando. Estupidamente, estava tao iludida que não via quem estava à minha volta e fui enganada todo este tempo. Só agora abri os olhos e custa para caraças. É igualzinho à dor quando bates com o mindinho na esquina de qualquer coisa.

 

Sim, já pedi muitas vezes o divórcio a mim mesma, mas tal como em algumas relações, vou adiando, "vamos tentar mais uma vez", "se calhar estou a ser injusta"... E faço mais um bocadinho de esforço, exijo mais de mim para que as coisas resultem melhor mas a outra parte...nada...continua igual ou a piorar de dia para dia...

 

Aguardo aquela faisca que me faça amar o meu trabalho para todo o sempre... Mas as fantasias só existem nos livros e filmes e o meu trabalho, mesmo parecendo uma novela, filme de terror e às vezes uma comédia, é bem real...

 

Acho que está na altura de dizer...

 

 

 

trabalho.jpg

 

Sorry...

 

6 comentários

Comentar post