Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Para Sempre TóTó

TóTó é o nome carinhoso que ele me dá. Ar calmo e sereno versus um turbilhão interior. Serei eu assim, Para Sempre.

Para Sempre TóTó

TóTó é o nome carinhoso que ele me dá. Ar calmo e sereno versus um turbilhão interior. Serei eu assim, Para Sempre.

O destino comanda a vida.

21.11.20, a tótó

Hoje seria o dia estimado para a grande mudança na minha vida, na nossa vida. E o destino quis que as coisas acontecessem de outra forma e hoje compensou-me com algo diferente. 

Há quase 5 anos que troquei a casa dos pais na aldeia, por um apartamento para partilhar uma grande parte da vida com o j. É sempre uma grande excitação, um estado de felicidade mas também existe muita adaptação e tristeza em alguns aspetos. Mas mesmo que hajam momentos amargos e sombrios, é um processo muito bonito.

 

Mas viver num apartamento tem muitos aspetos negativos, principalmente quando as famílias melhores começam a partir e as famílias terríveis começam a chegar. Antes da pandemia chegar, vieram para o piso por cima do nosso, uma família terrível. Desde sacudir tapetes para cima da minha janela,por vezes aberta, a fazer barulho a qualquer hora do dia, inclusive de madrugada, com a cama a ranger por todo o lado, tem sido a loucura. As discussões são muitas e não querem saber se a miúda anda a arrastar coisas pelo chão ou a saltar que nem uma desalmada, ao ponto de me estremecer a loiça. 

Quantas vezes já me imaginei a bater-lhes à porta e dar-lhes com uma marreta no trambolho. Ou puxar os cabelos longos da surrimunda.

Mas não é só esta. Tenho que aguentar com mais 3 famílias terríveis. Enfim. 

 

Bom, hoje, o destino quis que houvesse uma casa aberta, que à partida sabíamos que não íamos fazer negócio, pois eu só queria falar com um agente imobiliário para que ele me mostrasse mais ofertas, dentro do que queremos. 

Quis o destino que depois da visita, fossemos a correr ao supermercado porque já estávamos rente às 13h e eu queria que almoçássemos peixe fresco.

 

Quis o destino que o j. encontrasse lá um amigo que é agente imobiliário e do qual já tínhamos falado em contactar. E que nos explicou um outro processo para arranjarmos casa.

Não será fácil porque o imobiliário está pela hora da morte em questão de preços mas quer o destino que este nosso desejo se realize, porque se não quisesse, hoje seria um dia diferente do que foi. 

2 comentários

  • Imagem de perfil

    a tótó

    23.11.20

    Minha querida Maria! É verdade, às vezes é mesmo quando menos esperamos que nos chegam as coisas e há-de chegar! Muitos beijinhos, muito obrigada pelo apoio e carinho
  • Comentar:

    Mais

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.