Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Para Sempre TóTó

TóTó é o nome carinhoso que ele me dá. Ar calmo e sereno versus um turbilhão interior. Serei eu assim, Para Sempre.

Para Sempre TóTó

TóTó é o nome carinhoso que ele me dá. Ar calmo e sereno versus um turbilhão interior. Serei eu assim, Para Sempre.

Nunca tinha visto o programa da Cristina

19.07.19, a tótó

Foi nas minhas férias de verão e já em casa que, depois de ter visto um vídeo da "Lisboa" ( itziar ituño - Casa de Papel) no programa da Cristina, decidi que tinha que espreitar o programa. Naquele dia acordei cedo, tomei o pequeno almoço e estiquei-me no sofá a ver as notícias e entretanto chega a hora do programa. "Ora então vamos lá ver isto." Foi sobre buracos do nosso corpo e como devemos cuidar deles foi um tema bastante interessante que claro, acabou por se escangalhar com o cúmulo da esperança. A Maria Elisa foi convidada e foi com muito gosto que ouvi e vi aquela mulher inspiradora, cheia de garra e que tanto profissionalismo deu ao jornalismo em Portugal. E pensei "Oláaa, este super mulher está sentada no balcão de uma cozinha a beber café e comer queijo com marmelada enquanto conta, resumidamente, a sua história. Wow."

Depois fiquei por ali, tragédias, crimes e coisas do género não são bem a minha onda, não gosto, fico angustiada. Mas as conclusões que retirei foram que se trata de um programa que deve dar muito trabalho a quem está por detrás do que vemos mas mostra uma simplicidade e um à vontade que não se vê nos outros programas. Não começam com o "Bom dia" típico e com o resumo do que ali vai acontecer, nem legendas a anunciar. É como se tivéssemos entrado em casa e há uma conversa a decorrer e nós entramos nela. Se um dia for lá o Cristiano Ronaldo nós não vamos saber, só depois. Assim surpreende sempre, pois é claro. E os temas são sempre interessantes e para todas as idades e não só para a faixa etária que eventualmente pode estar a assistir ao programa em direto, sem ter que por para trás quando chega a casa depois do trabalho. Epá, e tem muitas partes divertidas. 

São estes os pontos positivos na minha opinião mas também tenho os pontos negativos, como o facto de, ao ser uma conversa contínua, se o convidado estiver a falar e de repente o Cláudio Ramos entra em casa a dizer uma parvoíce qualquer, o convidado não fala mais, nem há despedidas e claro, a TV não pode estar com o volume muito alto porque é mesmo uma peixeirada, falam super alto. 

 

Não fiquei fã, não chego a casa e puxo para trás, não dou audiências à Cristina mas a mulher sabe, sabe bem e tem muito bons colaboradores atrás dela.

Parabéns!

 

Cúmulo da Esperança: Por um cagalhão numa gaiola e esperar que ele cante!

 

cristina-ferreira.jpg

 

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.