Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Para Sempre TóTó

TóTó é o nome carinhoso que ele me dá. Ar calmo e sereno versus um turbilhão interior. Serei eu assim, Para Sempre.

Para Sempre TóTó

TóTó é o nome carinhoso que ele me dá. Ar calmo e sereno versus um turbilhão interior. Serei eu assim, Para Sempre.

Fracasso ou oportunidade?

A minha vida profissional anda uma miséria como já devem ter reparado pelos meus textos. Os que me lêem percebem que onde trabalho é tudo muito complicado e estranho. Os jogos, os interesses,  estão a frente de tudo, principalmente, das pessoas. Os "nossos" não valem nada, todos os outros são melhores. Eu peco nessa parte, talvez seja o meu problema ali, não faço parte desse tipo de esquemas, o meu lema é tratar bem as pessoas porque eu também sou uma pessoa e não quero que me tratem mal. Mas isso não é bem aceite e portanto, quem faz parte desse "embroglio" pôs-se à frente e conseguiu pôr-me de lado.

 

Basicamente ando aos tombos desde que ali cheguei. Ora estou num lado, ou estou noutro. Ora estou a tomar conta de uma situação ora deixo de estar. Mas ninguém diz que fiz mal, que tenho que fazer melhor. Não, tiram me a toalha e pronto. Passado uns tempos, com algumas voltas que eu já deixei de dar,  estão a perguntar-me por essa situação. "Oi? Então mas eu n...?"  Pois, parece que voltaste a fazer porcaria.

 

Parece que têm outras perspectivas para mim, vou percebendo mas ainda ninguém me disse nada. Ninguém tem coragem para dizer  "tu não prestas para isto, vais fazer outra coisa!" Preferia que as lágrimas me corressem do que sentir que estou a ser posta de lado. Bem, as lágrimas correm na mesma. 

 

Sinto que em vez de estar concentrada a melhorar o meu trabalho e desempenho estou a matutar nas guerrinhas que acontecem todos os dias e a encontrar o culpado no diz que disse. E também a perceber que estão a empranhar pelos ouvidos e a não querer apostar em mim.

Todos os dias algo corre mal, não tenho um único dia que termine e que não tivesse feito algo mal, nem que para isso me liguem quando já estou descansadinha em casa. São exigentes num grau de exigência estranho.

 

Neste momento não consigo ter descernimento para perceber se o que está a acontecer-me a nível profissional é um fracasso, que me diz que a minha vocação não é esta, que é mais um sinal de que escolhi mal a área, que tenho que desistir.

Ou uma oportunidade para me concentrar no trabalho, evoluir individualmente e crescer, aprender com os erros, os meus e os dos outros, os que acontecem na realização dos trabalhos e concentrar essa informação na minha base, para que um dia faca um brilharete, seja aqui ou noutro sítio qualquer. 

 

O que será? Um fracasso ou uma oportunidade? 

 

24f7e32ff9984908dd11a97fab6185b6.jpg

 

Blogs Portugal

4 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

imagem de perfil

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D