Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Para Sempre TóTó

TóTó é o nome carinhoso que ele me dá. Ar calmo e sereno versus um turbilhão interior. Serei eu assim, Para Sempre.

Para Sempre TóTó

TóTó é o nome carinhoso que ele me dá. Ar calmo e sereno versus um turbilhão interior. Serei eu assim, Para Sempre.

Falta-me qualquer coisa.

06.01.20, a tótó

Bom, agora não há feriados nem férias, o mês de Janeiro promete ser longo e mandrião e eu com tão pouca vontade de enfrentar mais um mês de mais do mesmo.

Às vezes, sento-me e pego no telemóvel e vejo mil vezes a mesma coisa. O instagram, as notícias no sapo, a página do blog, as leituras do blog, a caixa de emails, vou ao pinterest à procura de algo que me motive e faça pesquisar, mas nada. Acabo por ficar no vazio. Tudo igual.

Às vezes apetece-me ver outras coisas, fazer outras coisas mas não sei que coisas. Parece ser tudo igual, percebem?

Empanco e regresso ao mesmo. Mas regresso. Não salto. Não fujo do mesmo de sempre. Fico igual. Fico vazia. Falta-me qualquer coisa. Percebem? 

 

Acho que está na hora de me abrir à criatividade e tomar as rédeas  das resoluções que têm ficado para trás. Riscar tudo o que tem estado parado à espera que lhes pegue.

É esse o grande objetivo de 2020 para mim. - CONCRETIZAR -

E se calhar é tão simples como:

 

Apenas comece_.jpeg

Boa semana! 

10 comentários

Comentar post