Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Para Sempre TóTó

TóTó é o nome carinhoso que ele me dá. Ar calmo e sereno versus um turbilhão interior. Serei eu assim, Para Sempre.

Para Sempre TóTó

TóTó é o nome carinhoso que ele me dá. Ar calmo e sereno versus um turbilhão interior. Serei eu assim, Para Sempre.

Combata a preguicite com a Técnica Pomodoro!

O meu estado tem sido de procrastinação. Eu disse que estes dias de férias ia agarrar-me ao mestrado. "Pois, está bem, sim sim!"

 

O trabalho tem sido exigente a todos os níveis. Não consigo dormir bem e ando constatentemente cansada e desmotivada. As aulas e as disciplinas fazem-me comichões e só me apetece livrar-me delas.

  

Mas para isto acontecer tenho que as enfrentar primeiro. 

 

Descobri há uns tempos o video sobre a Técnica Pomodoro. Quando me lembro, no trabalho, principalmente quando estou sozinha, aplico durante um determinado tempo. Às vezes, em casa, estipulo determinado tempo para fazer x tarefas. Mas o estudo tem ficado fora, possivelmente, porque para o estudo é o tempo que sobra, usualmente, na hora da aflição. Coisa mais errada!

 

 

Então o que é isto do Pomodoro? 

 

 

Origem: A técnica pomodoro foi criada pelo italiano Francesco Cirillo, no final da década de 1980. Baseia-se na ideia de que a mente só funciona em blocos de tempo e que depois desse período haverá uma perda de produtividade, o que não será benéfico para a realização da tarefa. Ou seja, para conseguir manter a rotina em dia, seria preciso ter um tempo de descanso entre esses blocos.

O tempo estimado de produtividade, segundo Francesco, é de 25 minutos, sendo necessário fazer uma pausa depois disso.

 

Funcionamento: Determinar uma ou várias tarefas a realizar e evitar todo o tipo de distrações. Cada tarefa terá um tempo de 25 minutos, no final desse periodo deve ser conferido o estado dessa tarefa (riscar tarefas terminadas, por exemplo). No final desse tempo, descansar 5 minutos. Ao fim de 4 periodos Pomodoro ( 2 horas) faz-se uma pausa maior de  15 ou 30  minutos.

 

 

pomodoro.jpg

 

Benefícios:

 

  • Equilibra o tempo de pausa com momentos de grande produtividade, mantendo o foco e determinação para a conclusão da tarefa.

 

  • Ajuda a encarar as tarefas com maior consciência e tranquilidade, percebendo o número de tarefas diárias e a capacidade  máxima para as realizar. Portanto, permitindo uma melhor organização e gestão do tempo.

 

  • Com menos interferências externas, permite rever e manter a atenção mais facilmente nas atividades, diminuindo as hipóteses de erro.

 

  • Caso haja dificuldades de concentração, ajuda a prestar mais atenção no que está a ser feito, tornando as tarefas mais fáceis e menos cansativas.

 

 

Bom, como em tudo, nem sempre se consegue seguir à risca...

 

 

  • Nem todas as tarefas são iguais: algumas são mais rápidas e podem ser feitas em menos de 25 minutos enquanto que outras vão precisar de mais tempo. É importante, portanto, que se perceba a natureza da tarefa de forma a se definir a melhor metodologia para se organizar.

 

  • Há dias em que é mais difícil seguir a técnica: existem situações que fogem da nossa capacidade de controlo e que poderão dificultar a realização da técnica. Nesse caso, o que se tem que fazer é respirar fundo e perceber que o importante é fazer as coisas da melhor forma possível.

 

  • Imprevistos acontecem: durante a realização de uma tarefa os imprevistos acontecem. Falhas de internet, de eletricidade, o telefone toca com alguma urgência, ou mais situações que devem ser tidas em conta ao definir os tempos “pomodoros”.

 

  • Se não der para fazer pausa, não faça: muitas vezes a tarefa pode precisar de um tempo maior para ser executada e não pode ser interrompida. Nesse caso, não faça pausas. Por exemplo, compense com uma pausa maior no "pomodoro" seguinte. 

 

 

O importante é conseguir um grau de motivação, concentração, organização, disciplina, foco e produtividade, de forma a sentirmo-nos mais leves na nossa rotina e, consequentemente, mais felizes!

 

 

 

 

 

E vocês, já puseram em prática? Contem-me tudo!

 

Blogs Portugal

3 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

imagem de perfil

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D