Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Para Sempre TóTó

TóTó é o nome carinhoso que ele me dá. Ar calmo e sereno versus um turbilhão interior. Serei eu assim, Para Sempre.

Para Sempre TóTó

TóTó é o nome carinhoso que ele me dá. Ar calmo e sereno versus um turbilhão interior. Serei eu assim, Para Sempre.

Afinal o que é que é isto de ser adulto?

O espaço estava praticamente cheio nesse dia e sentei-me ao lado de um senhor com um ar muito sério. Tudo se propocionou para que o senhor metesse conversa comigo, que a mulher entretanto chegasse também para almoçar, que eu descobrisse que ela é reikiana e que passados uns momentos de conversa me lesse a alma e batesse tudo certo.

 

"És uma boa menina, muito responsável, mas ainda há muita magia nesses olhos, muitos sonhos, muitos sonhos. Não queres crescer, queres continuar a ser criança"

 

As lágrimas ficaram-me presas. Era verdade. Sou uma moça de quase 32 anos, que parece ter 22 e tem passado a vida a ver a surpresa refletida na cara das pessoas e o desprezo nas minhas opiniões e iniciativas. Não sei onde me perdi, mas se em criança queria ser grande, entretanto o medo de crescer apoderou-se de mim, não sei bem onde nem porquê.

 

Despedi-me, agradeci, desejaram-me felicidades e saí.

 

As minhas reflexões sobre a vida acentuaram-se mais ainda depois deste acontecimento.

 

Quem me tornei? O que podia ser e não sou? Ou será que vou ser? Ou basta ser como sou?

 

Deixo as ideias e os sonhos no pacote na despensa até estar fora de validade e depois, lixo com eles! Ou então alguém passa pela despensa e leva o meu pacote.

 

Muitos sonhos e muitos medos. Demasiado pensamento e pouca ação. Demasiada fantasia para um mundo de armas de fogo, sempre a disparar em todos os sentidos.

 

O que é afinal ser adulto? E porque parece que somos adultos cada vez mais tarde?

 

A minha geração foi das que mais cursos superiores tirou, logo,  a entrada no mercado de trabalho foi mais tardia, o desemprego também nos apanhou desprevenidos, e por isso permanecemos mais tempo em casa dos pais. A mãe fazia a comida e lavava-nos a roupa, tinhamos liberdade para sair quando nos apetecesse. Entretanto arranjamos um emprego, carro e casa e filhos e passámos a ter a responsabilidade de manter tudo isto, por isso ganhamos "mais cabelos brancos" a dar-nos aquele charme. E alguém passa a definir-nos como um homem ou uma mulher adultos.

 

Mas ser adulto será isto?

 

De repente o que importa é manter a vida que temos, seja de que forma for, porque a velhice está aí não tarda? 

 

Ou é muito mais do que isto?

 

Também são sonhos e concretizações e uma criança dentro de nós para permanecermos saudáveis mentalmente neste mundo? Ou isso é mesmo uma ideia infantil que tenho da vida?

 

Para vocês, o que vos define como ser adulto?

 

 

adulto.jpg

 

 

 

Blogs Portugal

15 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

imagem de perfil

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D