Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Para Sempre TóTó

TóTó é o nome carinhoso que ele me dá. Ar calmo e sereno versus um turbilhão interior. Serei eu assim, Para Sempre.

Para Sempre TóTó

TóTó é o nome carinhoso que ele me dá. Ar calmo e sereno versus um turbilhão interior. Serei eu assim, Para Sempre.

A medalha que pões ao peito.

29.07.21, a tótó

Há um ano atrás eu estava neste estado . Nessa altura, a Vogue, tinha lançado uma revista, com uma capa controversa e eu estava uma lástima.

Este ano, uma ginasta norte-americana bem medalhada atirou a toalha ao chão, pondo, novamente, o mundo a olhar para a saúde mental, que atinge qualquer um, de diferentes formas e feitios.

E todo o mundo bate palmas, apoia e reage favoralmente, mas por quanto tempo? Quantas figuras poderosas precisam de mostrar a sua vulnerabilidade para os mais pequenos serem compreendidos?

Felizmente hoje estou melhor, mas foi preciso gritar "Basta!" e fazer-me ao caminho. Fazer terapia foi o melhor passo que dei. Mas não é o psicólogo que te cura! És tu!

8 comentários

Comentar post