Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

TóTó é o nome carinhoso que ele me dá. Ar calmo e sereno versus um turbilhão interior. Serei eu assim, Para Sempre.

TóTó é o nome carinhoso que ele me dá. Ar calmo e sereno versus um turbilhão interior. Serei eu assim, Para Sempre.

Recarregar Baterias!

FIM.   Foi uma semana esgotante, fisicamente, psicologicamente, depois do dia de trabalho de doidos, chegava a casa, tratava de mim, do jantar/almoço, e pegava no trabalho da faculdade.  Para não falar do meu cérebro ter passado todas as noites na rambóia e não me ter deixado descansar como deve ser.    Foi assim todos os dias.   Os meus níveis de ansiedade e irritabilidade andam em bons dias mas ontem estava muito acelerada, os clientes simplesmente têm-me tirado do sério. É (...)

Fim de semana de choco...

Andei muito bem ontem, mas depois do jantar comecei a sentir-me enfartada, fiz chá, bebi mas comecei a sentir-me estranha. Diarreia e vómitos. Bela madrugada a minha, da meia noite as 7horas nisto.   Várias são as hipóteses, virose, paragem de digestão, intoxicação alimentar (na 6a comi marisco e aquilo não me estava a saber tão bem assim), uma alimentação incorrecta nos últimos tempos e nervos, muito stress.   Andei mais calma durante o dia de hoje mas tive febre e uma (...)

Estou sim, daqui falam as férias!

No outro dia li que especialistas dizem que trabalhar um pouco nas férias é normal mais do que isso é excessivo. Então o que é o "pouco"?    Comecei as férias a atender o telefone, ainda recebi mais uns telefonemas mas enviei a típica mensagem de "estou de férias alguma situação envie email ou sms". Os emails foram todos marcados para não os esquecer e ontem foram enviados para a boss. Ainda tive que trabalhar no excel e enviar tudo explicadinho, claro que isso não vai valer (...)

Não deixes para amanhã o que podes fazer hoje.

19.05. Apanho o J. em casa e lá vamos nós até à faculdade (para vos situar fica a cerca de 40 km de casa e a secretaria fechava as 20h). Desço a rua e há atropelamento na passadeira. Contornar o posto de combustivel desactivado há uma série de anos. Fila. J. olha para mim quando eu devia por-me na via da direita.   Tótó: Não tenho gasóleo, tenho que ir abastecer! J: Deviamos ter vindo no meu, o meu tem! Tótó: Ah! Isto é mais giro assim, sob pressão, é o meu dia-a-dia. J: (...)