Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Para Sempre TóTó

TóTó é o nome carinhoso que ele me dá. Ar calmo e sereno versus um turbilhão interior. Serei eu assim, Para Sempre.

Para Sempre TóTó

TóTó é o nome carinhoso que ele me dá. Ar calmo e sereno versus um turbilhão interior. Serei eu assim, Para Sempre.

Dia 27 de Dezembro de 2020 - um marco na história.

27.12.20, a tótó

Não vou deixar de escrever sobre este dia. Faz-me lembrar as aulas de história ou as cronologias que vejo nos museus.

Quem vive este dia 27 de Dezembro de 2020, sabe que daqui a uns anos vai poder contar a quem não presenciou este momento, o quão importante foi este dia e a esperança que trouxe com ele. 

Por muitas opiniões que se leiam ou que se ouve por todo o lado, a vacina está cá, já muitos levaram-na e espera-se que reajam bem, essencialmente, porque são profissionais de saúde e precisamos deles. 

Daqui a uns anos vou poder contar que neste dia acordei pelas 11h da manhã, liguei a TV enquanto tomava um café com leite e comia uma fatia de bolo de frutos secos e outra de bolo rei. Vi o primeiro homem a tomar a vacina. A enfermeira Ana Isabel Ribeiro deu a primeira pica COVID-19 ao infecciologista António Sarmento, estando a nossa ministra da saúde Marta Temido a seu lado, entusiasmada com aquele momento. Como as notícias estão sempre a repetir, apercebi-me que não estava a ver em direto. A toma da vacina foi feita precisamente às 10.07h deste dia. 

Uma hora depois, fui preparar o almoço. Carne assada no forno. Estava frio e fui fazer companhia ao homem que ainda estava na cama. Acabei por dormitar e depois fui terminar o almoço. Neste dia, o recolher obrigatório era às 13h pois o concelho passou a risco muito elevado mas tinha que pôr gasóleo no carro. No dia seguinte seria a penúltima análise e consulta no Hospital de Santa Maria. Lá fui eu com o meu homem, em carros separados. Voltamos a casa, fizemos uma breve caminhada no quarteirão em frente e enfiamo-nos em casa, nas mantas, não sem antes fazermos o amor. Celebrar a vida, pois claro. Voltei ao meu livro "A Educação de Eleanor". Banho tomado. Jantar cedo. Sofá e a lembrança de que deveria escrever sobre este dia, que parece tão banal como tantos outros dias, de outros anos, mas que é tão diferente, porque queiramos ou não, é um marco na história.

30309264-2.jpg

E agora tenho que dizer:

"Homens deste país, a ver se tonificam os peitorais, ou tapam os peitos, porque se nós mulheres temos que esconder as mamocas, ou o soutien, qual preversa, pecadora, sem vergonha, sujeitas a parvoíce alheia, também não temos que ferir a nossa vista com a vossa falta de cuidados perante uma emissão televisiva. "

 

 

As 3 palavras que definem 2020.

21.12.20, a tótó

Um meme divertido fez-me pensar nas 3 palavras que definem ou que sobressaem neste ano 2020, para mim.

Escolhi tristeza, covid e ansiedade. 

Não faço grandes planos para o próximo ano, para além de me saírem sempre ao lado, 2020 foi a prova de que de repente tudo muda e temos que nos adaptar à realidade. Contudo, nada me impede de estabelecer objetivos e ir conquistando conforme a maré. 

Portanto, espero que Felicidade, saúde e empoderamento possam ser as minhas palavras do próximo ano. 

 Quais são as vossas palavras? 

2020.1.jpg