Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Para Sempre TóTó

TóTó é o nome carinhoso que ele me dá. Ar calmo e sereno versus um turbilhão interior. Serei eu assim, Para Sempre.

Para Sempre TóTó

TóTó é o nome carinhoso que ele me dá. Ar calmo e sereno versus um turbilhão interior. Serei eu assim, Para Sempre.

Este mundo chamado ansiedade...

20.11.19, a tótó

Um texto recente da Vox nihili  e outro da Vânia mostrou-me mais uma vez o que a ansiedade e o pânico nos traz e nos leva, mas também o que a "cura" nos promove. Ter ajuda e alguém que nos compreenda é fundamental mas há uma coisa que nunca fui capaz de fazer.: Terapia. Nunca tive coragem de me entregar a um especialista e acertar as linhas que andam para aqui enroladas na minha mente. Julgo que seria importante. Mas ainda não tenho coragem. Não perguntem porquê, pois não vou conseguir responder.  

 

É curioso que ontem passei tão bem o dia mas a meio da tarde senti uma dor de cabeça e achei estranho, pois era daquele tipo de quando me esqueço de tomar a medicação. Pois claro. Esqueci mesmo de tomar e nesse momento comecei a sentir-me em baixo, era como se o medo de ter uma crise estivesse a entrar em mim. Já só queria que o tempo passasse e já não ia à aula de yoga. Mas no momento seguinte disse que aquele meu esquecimento não me ia matar, portanto a crise também não ia manifestar-se e ia continuar bem como até ali. E ia à aula.

 

Mais curioso ainda, a 1ª parte da aula é sempre dedicada à respiração, é o momento em que o professor nos transmite algumas dicas sobre respirar e relaxar a mente. E ontem ele introduziu o tema da ansiedade, do pânico, das depressões e de como é tão importante respirar para controlar e acalmar, mas essencialmente fazê-lo diariamente e não só durante as crises, que para quem sabe, é ainda mais complicado de se fazer. 

 

Não é nada de novo, bem sabemos, mas também não é assim tão fácil de se fazer. Neste mês e meio de yoga ainda não consegui "parar" a mente. Sentir a respiração devidamente. Suave. Profunda. E também acho que a medicação não vai deixar de fazer parte da minha vida, mas vou chegar lá. Hei-de chegar ao dia em que vou ultrapassar da melhor forma esta doença e o medo não me assustara mais. E

Ontem foi prova disso mesmo. 

 

Ansiedade.jpg

 

Para quem vive assim como eu, estamos juntos!!