Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Para Sempre TóTó

TóTó é o nome carinhoso que ele me dá. Ar calmo e sereno versus um turbilhão interior. Serei eu assim, Para Sempre.

Para Sempre TóTó

TóTó é o nome carinhoso que ele me dá. Ar calmo e sereno versus um turbilhão interior. Serei eu assim, Para Sempre.

Segunda, tu que mandas em toda uma semana inteira...

30.04.18, a tótó

Mini férias... Já foste! Começa mais uma semana, com feriado já a seguir... 

Ontem estive a organizar o meu calendário de testes, exames e trabalhos e as perspectivas não são muito agradáveis...vai doer...mas uma pessoa não pode desistir...

 

Para quem precisa de uma ajudinha, tal como eu, em manter-se focado e organizado, escrevi sobre a Técnica Pomodoro, vale a pena espreitar.

 

E agora, que comece mais uma ronda...

 

monday boss.jpg

 

Sunshine Blogger Award

29.04.18, a tótó

sunshine awards.jpeg

Não sei se ainda vou a tempo mas se não for, aqui vai na mesma...

 

A M. da doce dezembro nomeou-me para responder às seguintes perguntas:

 

1. Se tivesses um tesouro, onde o escondias? Numa parede falsa... ahahah (série o mecanismo)

 

2. O que faz o teu coração vibrar? Um susto do caraças!

 

3. Qual é o teu maior medo? Um telefonema que me dê uma má-péssima-horrivel-trágica noticia.

 

4. Que animal gostavas de ser, se pudesses? Uma andorinha.

 

5. Por que motivo criaste o blog? Precisava de um escape e desde que aprendi a escrever que gosto de o fazer. E está quase a fazer um ano.

 

6. Quais são as tuas músicas favoritas? Tenho uma grande variedade, essencialmente depende do estado de espirito. Nos dias que preciso de uma força oiço musicas épicas, eletronica, cheias de power. Em dias normais oiço musicas pop/rock, reggae. Em dias mais dificeis gosto de musica calma, chill out, jazz, bossanova.

 

7. Uma frase que te define?  Serei eu assim, Para Sempre.

 

8. Qual é o teu pior defeito? Ser pessimista e ter pouca confiança em mim própria.

 

9. Qual é a tua melhor qualidade? Ser simpática e agradável para com os outros (mesmo os que não merecem, às vezes também pode ser considerado um defeito)

 

10. O que queres da vida? Quero ser feliz, eu e todos os que amo.

 

11. És feliz? Confesso que não sou totalmente feliz, ainda faltam muitas linhas para escrever. Mas sim, posso dizer que sou feliz neste momento.

 

E isto tem Regras, toca a cumprir:

 

* Agradecer à Blogger que te nomeou -  obrigada M. 
 
* Responder às 11 perguntas que te foram dadas - check
 
* Colocar as regras e incluir o logótipo do prémio no post - check
 

* Nomear 11 bloggers e fazer-lhes 11 perguntas. - desculpem se alguns já foram nomeados e já responderam. 

 

E os nomeados sãooo:

 

Uma Carta fora do Baralho

Muda de Linha

Maria das Palavras

A rapariga do autocarro

Happy

Ladys

Samantha em Chamas

Ipgines

Miss X

Loulou

O ultimo fecha a porta

 

Agora as 11 perguntinhas:

 

1. Gostarias de mudar alguma parte do teu corpo?

2. Quantas horas dormes por dia?

3. Que negócio diferente gostavas de ver na tua rua/cidade/vila?

4. Qual é a tua missão na vida?

5. Se na 3ª feira te calhar o euromilhões, vais continuar a trabalhar?

6. Qual é a tua relação com a politica?

7. Fazes reciclagem e poupas água e eletricidade?

8. Vês as pessoas como os outros ou alguém igual a ti?

9. Usas o elevador ou preferes as escadas?

10. Qual a tua frase preferida?

11. Porque criaste o teu blog (s)?

Combata a preguicite com a Técnica Pomodoro!

29.04.18, a tótó

O meu estado tem sido de procrastinação. Eu disse que estes dias de férias ia agarrar-me ao mestrado. "Pois, está bem, sim sim!"

 

O trabalho tem sido exigente a todos os níveis. Não consigo dormir bem e ando constatentemente cansada e desmotivada. As aulas e as disciplinas fazem-me comichões e só me apetece livrar-me delas.

  

Mas para isto acontecer tenho que as enfrentar primeiro. 

 

Descobri há uns tempos o video sobre a Técnica Pomodoro. Quando me lembro, no trabalho, principalmente quando estou sozinha, aplico durante um determinado tempo. Às vezes, em casa, estipulo determinado tempo para fazer x tarefas. Mas o estudo tem ficado fora, possivelmente, porque para o estudo é o tempo que sobra, usualmente, na hora da aflição. Coisa mais errada!

 

 

Então o que é isto do Pomodoro? 

 

 

Origem: A técnica pomodoro foi criada pelo italiano Francesco Cirillo, no final da década de 1980. Baseia-se na ideia de que a mente só funciona em blocos de tempo e que depois desse período haverá uma perda de produtividade, o que não será benéfico para a realização da tarefa. Ou seja, para conseguir manter a rotina em dia, seria preciso ter um tempo de descanso entre esses blocos.

O tempo estimado de produtividade, segundo Francesco, é de 25 minutos, sendo necessário fazer uma pausa depois disso.

 

Funcionamento: Determinar uma ou várias tarefas a realizar e evitar todo o tipo de distrações. Cada tarefa terá um tempo de 25 minutos, no final desse periodo deve ser conferido o estado dessa tarefa (riscar tarefas terminadas, por exemplo). No final desse tempo, descansar 5 minutos. Ao fim de 4 periodos Pomodoro ( 2 horas) faz-se uma pausa maior de  15 ou 30  minutos.

 

 

pomodoro.jpg

 

Benefícios:

 

  • Equilibra o tempo de pausa com momentos de grande produtividade, mantendo o foco e determinação para a conclusão da tarefa.

 

  • Ajuda a encarar as tarefas com maior consciência e tranquilidade, percebendo o número de tarefas diárias e a capacidade  máxima para as realizar. Portanto, permitindo uma melhor organização e gestão do tempo.

 

  • Com menos interferências externas, permite rever e manter a atenção mais facilmente nas atividades, diminuindo as hipóteses de erro.

 

  • Caso haja dificuldades de concentração, ajuda a prestar mais atenção no que está a ser feito, tornando as tarefas mais fáceis e menos cansativas.

 

 

Bom, como em tudo, nem sempre se consegue seguir à risca...

 

 

  • Nem todas as tarefas são iguais: algumas são mais rápidas e podem ser feitas em menos de 25 minutos enquanto que outras vão precisar de mais tempo. É importante, portanto, que se perceba a natureza da tarefa de forma a se definir a melhor metodologia para se organizar.

 

  • Há dias em que é mais difícil seguir a técnica: existem situações que fogem da nossa capacidade de controlo e que poderão dificultar a realização da técnica. Nesse caso, o que se tem que fazer é respirar fundo e perceber que o importante é fazer as coisas da melhor forma possível.

 

  • Imprevistos acontecem: durante a realização de uma tarefa os imprevistos acontecem. Falhas de internet, de eletricidade, o telefone toca com alguma urgência, ou mais situações que devem ser tidas em conta ao definir os tempos “pomodoros”.

 

  • Se não der para fazer pausa, não faça: muitas vezes a tarefa pode precisar de um tempo maior para ser executada e não pode ser interrompida. Nesse caso, não faça pausas. Por exemplo, compense com uma pausa maior no "pomodoro" seguinte. 

 

 

O importante é conseguir um grau de motivação, concentração, organização, disciplina, foco e produtividade, de forma a sentirmo-nos mais leves na nossa rotina e, consequentemente, mais felizes!

 

 

 

 

 

E vocês, já puseram em prática? Contem-me tudo!

 

Pág. 1/6